Número 6 (2014)‎ > ‎

Interacção de Linguagens e Convergência dos Média nas Poéticas Contemporâneas [Conteúdos]


Revista Cibertextualidades #06

Interacção de Linguagens e Convergência dos Média nas Poéticas Contemporâneas

Organização:
Jorge Luiz Antonio & Débora Silva

Resumo:
A revista Cibertextualidades, como uma publicação voltada aos estudos da hipermídia e de suas implicações nos mais diversos campos de produção do espírito humano, tem oportunizado aos pesquisadores, web-poetas e artistas contemporâneos, um espaço profícuo de discussão teórica e disseminação de relatos de pesquisa e experiências de criação estética.


[Clique para descarregar o PDF completo da Cibertextualidades 6]




01. DO CONTEXTO AO TEXTO EM HIPERMÉDIA


Colecionando memórias - Everton Vinicius de Santa (pp. 17-30)

RESUMO: A noção de tempo cada vez mais curto, embora ele continue sendo o mesmo, dilui a presença física das relações sociais e caminha para relações conectadas, mediadas pelas ferramentas eletrônicas, distantes, embora haja uma ideia ainda fortemente difundida pelas redes sociais cuja filosofia é a de conectar e aproximar pessoas. Quero chamar a atenção para um sintoma da literatura que está de acordo com o cotidiano nosso de cada dia e me pergunto: Se a memória é o antídoto dessa falência do tempo, então, por que esse recurso é tão empregado, hoje, nas produções literárias e nos discursos das redes sociais? Seriam essas plataformas virtuais grandes coleções de memórias aliadas a esse recurso? Não seriam eles grandes arquivos na “nuvem”? PALAVRAS-CHAVE: Memória; Literatura contemporânea; Ciberespaço; Coleção; Redes sociais.

ABSTRACT: The notion of time has becoming shorter, though it remains the same, the time dilutes the physical presence of social relationships and heading towards to connect relationships mediated by electronic tools, distant, although there is still a strongly idea diffused through social networks whose philosophy is connecting and bringing people together. I want to draw attention to a symptom of the literature, which is in agreement with our daily routine and I wonder if the memory is the antidote to this bankruptcy of time, then, why this feature is so employed today in the literary productions and the discourse of social networks? Are these virtual platforms large collections of memories combined with this feature? Would they not be large files in the “cloud”? KEYWORDS: Memory; Contemporary literature; Cyberspace; Collection; Social Networks.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

Convergência de campos: transdisciplinaridade ou luta? - Ana Cláudia Munari Domingos (pp. 31-46)

RESUMO: O esfumaçamento das bordas dos fenômenos culturais frente ao advento das novas mídias tem gerado questionamentos que fazem convergir os olhares das áreas de Letras, Comunicação e Artes para um mesmo objeto, ora chamado texto, ora hipertexto ou, ainda, hipermídia. Mesmo as recentes tentativas dos Estudos Culturais de tomar os fenômenos como híbridos, a partir das instâncias de expressão ou consumo, não são capazes de tecer limites para sua esfera de atuação. Este ensaio busca entender, mais do que buscar respostas para limitar esse objeto, os motivos da angústia entre os profissionais desses campos na tentativa de fazer valer teorias que, hoje, são incapazes de, sozinhas, trazer luz a esses fenômenos. Para tanto, compara alguns conceitos teóricos importantes, a exemplo de hipertexto e hipermídia, sob o prisma das Ciências da Informação, da Comunicação e dos estudos da Linguística e da Literatura. A partir das pontuações deste artigo, é possível prever, se não alinhamentos mais nítidos, outras perguntas que, no eixo da convergência desses campos, fazem refletir sobre o texto na cultura digital. PALAVRAS-CHAVE: Hipertexto; Hipermídia; Convergência de mídias; Hipercultura; Estudos literários.

ABSTRACT: The obfuscation of the edges of cultural phenomena across the advent of new media has generated questions that are converging perspectives from areas of Literature, Communication and the Arts to the same object, sometimes called text, hypertext, or even, hypermedia. This essay seeks to understand the reasons for anxiety among professionals of the field in an attempt to assert theories which today are unable to bring light to these phenomena, by themselves. Therefore, compares some important theoretical concepts, such as hypertext and hypermedia through the prism of Information Sciences, Communication Studies and Linguistics and Literature. From the ideas of this article, it is possible to predict, if not sharper alignments, other questions, on the axis of convergence of these fields, that make one think about the text in digital culture. KEYWORDS: Hypertex; Hypermedia; Media convergence; Hyperculture; Literature studies.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

02. DAS POÉTICAS POSSÍVEIS: E-POESIA EM PERSPECTIVAS

Edgard Braga e a antegrafia - E. M. de Melo e Castro (pp. 49-54)

RESUMO: Em 1971 o poeta Edgard Braga publica pelas Edições Invenção em São Paulo, um pequeno livro chamado ALGO, titulo sintomático de um conjunto de imagens originais que claramente não se poderiam enquadrar até nas mais avançadas categorias conhecidas de poesia visual, mas que eram obviamente alguma coisa que despertava o interesse do sentido da vista. Neste meu artigo apresento a idéia de antegrafia segundo a teorização de Almada Negreiros, no livro VER, considerando-a como interpretante adequado das imagens prépoéticas do referido livro ALGO. Juntam-se algumas dessas imagens originais. PALAVRAS-CHAVE: Poesia Visual; Antegrafia; Metalingüística; Meta-Escrita-Retrospectiva; Abdução.

ABSTRACT: In 1971 the poet Edgard Braga published a small book called ALGO [SOMETHING], a symptomatic title for a set of original images that clearly could not fit in even the most advanced known categories of visual poetry, but that obviously constituted something that aroused the interest of our sense of sight. In this article I present the idea of antegraphy according to the theory of Almada Negreiros in his book VER [TO SEE], considering it as an adequate interpretant of the pre-poetic images of the book ALGO. Some of the original images are included. KEYWORDS: Visual Poetry; Antegraphy; Metalinguistics; Meta-Writing-Retrospective; Abduction.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

Representations in Digital Poetry, Beginning in Portugal - Chris Funkhouser (pp. 55-60)

FROM THE INTRODUCTION: Something I always value in digital poetry and electronic (or multimedia) writing is how its materiality, or even what some might instead call a complex immateriality, is never a fixed or static entity. Rather, it constantly accumulates and forms, emerging with numerous variations and purposes. (...) Throughout the historical course of this discipline in Portugal, a wide range of approaches have emerged, up to (and including) those that have been introduced today.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

Poesia digital e a nova linguagem - Amador Ribeiro Neto (pp. 61-70)

RESUMO: A chegada do computador e da era cibernética estão mudando comportamentos e linguagens do homem contemporâneo. Era da virtualidade, vida digital, hipertexto, poesia digital, e-book, homem semiótico, etc., são realidades que mudam a língua, a linguagem, a literatura e o próprio livro. PALAVRAS-CHAVE: Ciberliteratura; Poesia digital; Hipertexto.

ABSTRACT: The arrival of the computer and the cybernetics era are changing contemporary man’s behavior and language. Virtual era, digital life, hypertext, digital poetry, e - book, semiotic man, etc., are realities that cause changes in language, in literature and in the book itself. KEYWORDS: Cyberliterature; Digital poetry; Hypertext.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

Erthos Albino de Souza: uma introdução ao mapeamento poético de dados computacionais - Luís Cláudio Costa Fajardo (pp. 71-80)

RESUMO: Este artigo discorre de forma sintética sobre a obra de Erthos Albino de Souza (1932-2000), poeta brasileiro considerado um dos precursores da experimentação poética em meio digital. Ao realizar experimentos poéticos a partir da visualização e espacialização de dados técnicos de engenharia gerados por computador nos anos de 1970, Erthos Albino alinha-se à poética do aleatório de Haroldo de Campos e à visualização de dados proposta por Lev Manovich fazendo de seus poemas uma importante, porém ainda pouco divulgada referência nas pesquisas em torno das poéticas digitais. PALAVRAS-CHAVE: Erthos Albino de Souza; Ciberliteratura; Aleatório; Visualização.

ABSTRACT: This article discusses, in a synthetic way, the work of Erthos Albino de Souza (1932-2000), a Brazilian poet considered one of the precursors of poetic experimentation in digital media. In his poetic experiments of the 1970s with computers in the visualization and spatialization of data, Erthos Albino aligns to the poetics of randomness by Haroldo de Campos, as well as data visualization as proposed by Lev Manovich, making of his poems an important, yet little known, reference in the research around the digital poetics. KEYWORDS: Erthos Albino de Souza; Cyberliterature; Randomness; Visualization.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

A Obra Galáctica: Literatura e tecnologia - Sonia Melchiori Galvão (pp. 81-90)

RESUMO: A Literatura tem-se deparado com um sistema complexo desde Lícofron, perpassando pelo Barroco e efetivando-se no século XX. Tal fato não poderia deixar de ocorrer na contemporaneidade, em que meios eletrônico-digitais têm uma inserção atuante na cultura. Nesse sentido, o objetivo desse artigo é refletir sobre as relações entre Literatura e hipertexto, a fim de evidenciarmos uma estreita interface/ conectividade de ambos com a complexidade, rompendo com a concepção clássica de arte/texto. Utilizaremos o aporte teórico da Semiótica, para concluirmos que a era eletrônico-digital, muito longe do que se imaginava, não nega a Literatura, mas se apropria dos mecanismos estruturais das obras-limite. PALAVRAS-CHAVE: Literatura digital; Hipertexto; Complexidade; Tecnologia; Interatividade.

ABSTRACT: Literature has met a complex system since Lícofron, passing by the Baroque and taking its effects in the 20 th century. That fact could not fail to occur through contemporary events where the electronic-digital means permeates powerfully the culture. In this sense, the objective of this article is to ponder over the relations between literature and hypertext, so that we can support evidence of a narrow interface/connectivity of both with the complexity, breaking with the classic conception of art/text. We could depart from Semiotics, to conclude that Eletronic-digital Era far from what was imagined does not neglet Literature, but assumes the structural mechanism of the complex works. KEYWORDS: Digital literature; Hypertext; Complexity; Technology; Interactivity.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

03. NOVOS CAMPOS TECNO-LÓGICOS PARA CRIAÇÕES TECNO-ARTÍSTICO-POÉTICAS

Processo de criação na gravura digital - Leda Maria de Barros Guimarães & Maria de Fatima França Rosa (pp. 93-108)

RESUMO: Este texto narra a construção de gravuras digitais com estudantes do curso de Licenciatura em Artes Visuais, modalidade a distância da Faculdade de Artes Visuais na Universidade Federal de Goiás-Brasil. A proposta pedagógica de investir na gravura digital configurou-se como meio relevante na articulação entre: as tecnologias computacionais, as mídias contemporâneas e os processos tradicionais de trabalhar a gravura. A orientação metodológica foi embasada na Abordagem Triangular de Ana Mae Barbosa, aliada às Tecnologias de Informação e Comunicação, incentivando experimentações e apropriações de meios digitais no processo de criação da gravura. A proposta resultou na realização de uma exposição das gravuras produzidas pelos estudantes.  O objetivo da exposição foi dar visibilidade à investigação de processos criativos para a gravura digital, embasada na hibridação de técnicas diversas utilizadas no processo. PALAVRAS-CHAVE: Artes Visuais, Gravura Digital, Mídias Contemporâneas.

ABSTRACT: This text describes the construction of digital prints with students of the on-line course Visual Arts Licensure, at the Visual Arts Faculty of the Federal University of Goiás - Brazil. In this context the conceptual proposal of teaching-learning digital engraving configured as half relevant articulation between: computational technologies, contemporary media and the traditional processes of engraving work. The methodological approach was based on Triangular Proposal, combined with information and communication technologies, in trials and appropriations of digital media by students, in the process of creation of engraving. The proposal resulted in the holding of an exhibition of engravings produced by students. The aim of the exhibition was to give visibility to the research of creative processes for digital engraving, based on hybridization of various techniques used in the process. KEYWORDS: Visual Arts, Digital Pint, Contemporary Media.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

Nanoarte e a fluidez da temporalidade construída - Luiz Antonio Garcia Diniz & Adilson J. A. de Oliveira (pp. 109-118)

RESUMO: Consideramos que houve uma migração das textualidades tradicionais para o ciberespaço, o qual, além de abrigar tais textualidades, produz constantemente, pela sua própria dinâmica, novas arquiteturas textuais em permanente transformação. Em certa medida, as diferentes vertentes das inovações tecnológicas são responsáveis por essas transformações tendo em vista as novas linguagens que lhes deram materialidade. A Nanoarte constitui–se em uma vertente recente e, por conta das dificuldades de acesso aos microscópios que produzem o material de base para a construção de signos que servirão ao processo de construção de novas criações, não é, ainda, de fácil acesso aos criadores. Entretanto, encontramos trabalhos em Nanoarte disponíveis na Rede que apontam para textualidades criadas a partir de nano-partículas. Nosso objetivo nesse estudo se constituirá na análise da obra de Anna Barros 200 Milhões de Anos: Durée nas implicações interdisciplinares que as relações entre Arte, Ciência e Tecnologia produzem. PALAVRAS-CHAVE: Nanoarte; Arte; Ciência e Tecnologia; Semiótica; Interdisciplinaridade.

ABSTRACT: We believe that there was a migration from traditional textualities to cyberspace, which, besides hosting such textualities, constantly produces, by its own dynamics, new textual architectures constantly changing. To some extent, the different slopes of technological innovations are responsible for these changes in view of the new languages , ​​ which gave materiality. The Nanoarte consists in a recent slope and because of the difficulties of access to microscopes that produce the basic material for the construction of signs that will serve the construction of new creations process is not yet easily accessible to creators. However, there are Nanoarte works available in the Network pointing to textualities created from nanoparticles. Our goal in this study will consist in analyzing the work of Anna Barros 200 Million Years: Durée in the interdisciplinary implications of the relationship between Art, Science and Technology produce. KEYWORDS: Nanoart; Art; Science and Technology; Semiotics; Interdisciplinary.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download


TESES

O hipertexto na cultura contemporânea: do fim da linearidade à abertura conceptual - Ana Teresa Ascensão, Maria Augusta Babo & Rui Torres (pp. 121-138)

RESUMO: Numa aproximação semiótica, estuda-se, neste capítulo, de que modo as novas formas de produção e difusão de conhecimento realizadas a partir da reconfiguração do espaço influenciaram uma mudança de paradigma no pensamento contemporâneo, apontando uma nova realidade nos sistemas discursivos. Faz-se abordagem às noções de intertextualidade, hipertextualidade e ciberespaço, bem como aos conceitos de descentramento, rizoma, derivação, não-linearidade (Kristeva, Derrida, Landow, Deleuze e Guattari, Nelson ou Genette), explicitando a relação entre intertextualidade e hipertextualidade (e hipertexto electrónico), sobretudo no que concerne as formulações de discurso na cultura contemporânea. PALAVRAS-CHAVE: Intertextualidade; Hipertextualidade; Hipertexto; Medium.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

RECENSÕES

Portela, M. (2013). Scripting Reading Motions: The Codex and the Computer as Self-Reflexive Machines. Cambridge, MA: MIT Press. [Recensão Crítica] - Bruno Ministro (pp. 141-164)

FROM THE INTRODUCTION: Em Scripting Reading Motions: The Codex and the Computer as Self-Reflexive Machines, Manuel Portela faz um estudo atento e pormenorizado do uso expressivo do livro e dos media programáveis na construção dos actos semióticos e interpretativos a partir dos quais o/a leitor(a) produz sentido.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download
Comments