Número 7 (2015)‎ > ‎

Estudos Sobre António Aragão [Conteúdos]

Revista Cibertextualidades #07

[Clique para descarregar o PDF completo da Cibertextualidades 7]

Introdução do Organizador
- Rui Torres (pp. 09-10)

Cinquenta anos depois das primeiras actividades colectivas da Poesia Experimental Portuguesa (PO.EX), a revista Cibertextualidades apresenta um número totalmente dedicado ao estudo da obra de António Aragão, autor madeirense (1921-2008) cuja produção artística inclui pintura, poesia, ficção e teatro. Demarcando-nos do óbvio - António Aragão foi um dos organizadores dos dois números da revista Poesia Experimental (1964, 1966) e é uma figura central na dinamização e difusão de actividades da PO.EX - serão poucos os adjectivos com que poderíamos, nesta breve introdução, caracterizar a obra de António Aragão no âmbito das Cibertextualidades.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download



António Aragão: bio-bibliografia ilustrada
- Bruno Ministro (pp. 11-32)


António Aragão, ou a liberdade da invenção - Rogério Barbosa da Silva (pp. 33-44)

RESUMO: O artigo propõe a realização de uma leitura crítica da poesia e do pensamento poético de António Aragão sob a perspectiva da invenção e da liberdade da criação estética, compreendendo as interfaces da arte poética com os media e as tecnologias disponíveis em seu próprio tempo. Alem disso, propõe-se demonstrar, a partir da trajetória de Aragão pelo viés da poética experimental, de que maneira o poeta exerce a consciência crítica no domínio da técnica criativa e em sua relação com o meio social. PALAVRAS-CHAVE: António Aragão; Invenção e Liberdade da Arte; poesia Experimental; Mídia.

ABSTRACT: This paper proposes to perform a critical reading of poetry and the poetic thought of António Aragão from the perspective of invention and aesthetic autonomy of artistic creation, including the interfaces of the poetic art with media and technologies available in their own time. Furthermore, it is proposed to prove, from the history of Aragão by the experimental poetics, how the poet performs critical awareness in the field of creative art and its relationship with social environment. KEYWORDS: António Aragão; Invention; Aesthetic Autonomy of Art; Experimental poetry; Media.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

Da transversalidade e da transgressão da autoria em António Aragão - Isabel Santa Clara (pp. 45-52)

RESUMO: A formação teórica de António Aragão e a transversalidade dos seus interesses dão um cunho específico às suas práticas experimentais. procura-se analisar, recorrendo ao confronto com exemplos colhidos na sua obra, algumas questões respigadas nos seus textos de teor ensaístico, sobretudo as estratégias de questionamento da identidade e de despersonalização a que recorre. São abordadas a apropriação, a autoria colectiva, e a simbiose homem-máquina, enquanto formas de transgressão do conceito de autoria. PALAVRAS-CHAVE: autoria; identidade; apropriação; tecnologia; experimentalismo.

ABSTRACT: The theoretical background of António Aragão and the transversality of his concerns give a particular twist to his experimental works, such as visual poetry and other writings. This paper analyses some ideas found in his essays about identity and depersonalization, and confronts them with his creative work. Appropriation, collective authorship, human-machine symbiosis are some of the strategies used by Aragão in order to transgress the boundaries of the concept of authorship. KEYWORDS: authorship; identity; appropriation; technology; experimentalism.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

os 3 farros. descida aos infermos. currespondências de Alberto Pimenta e de António Aragão: textualidades criativas sobre um País e um Mundo à deriva - Leonor Martins Coelho (pp. 53-60)

RESUMO: Pretendemos traçar as linhas gerais que atravessam os 3 farros. descida aos infermos. currespondências. Trata-se de um artefacto com acento posto numa textualidade que sublinha a inquietação criativa, a agitação estética e a consciência crítica de Alberto pimenta (a) e de António Aragão (A). nas missivas trocadas entre os dois autores, o efeito do enigma e de estranhamento, a irrisão paródica e uma observação desencantada dos padrões culturais, políticos e morais da época observada, acentuará o carácter irreverente e a maliciosa ironia das quarenta cartas que compõem o livro. PALAVRAS-CHAVE: Alberto Pimenta; António Aragão; decifração; ironia; crítica; distopia.

ABSTRACT: We aim to outline the general lines that are common to the three farros. descida aos infermos. currespondências. This artifact stresses a textuality that highlights the creative restlessness, aesthetical disquiet and critical awareness of Alberto pimenta (a) and António Aragão (A). In the letters they exchanged, the enigma and estrangement effect, the parodic mockery and a disenchanted observation of the cultural, political and moral standards of the time stressed the irreverent character and malicious irony of the forty letters that make up the book. KEYWORDS: Alberto Pimenta; António Aragão; decoding; irony; criticism; dystopia.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

Maneiras ou desvios, na fragmentação experimental? (Nótula para o estudo de Um buraco na boca de António Aragão) - Maria do Carmo Castelo Branco de Sequeira (pp. 61-76)

RESUMO: pretende-se, com este trabalho, traçar um percurso teórico-prático que possa explicar o experimentalismo fragmentário e genológico em Um buraco na boca, de António Aragão.

ABSTRACT: With this work, we intend to draw a theoretical-practical path that might explain the fragmentary and genological experimentalism, in António Aragão’s Um buraco na boca.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

“Tudo feito para se perder”: sobre Um buraco na boca de António Aragão - Maria Leonor Figueiredo (pp. 77-84)

RESUMO: Apesar de a obra de António Aragão ser muito vincada por um humor satírico e bastante cáustico, o romance Um buraco na boca traz um tom mais disfórico e marcado pela perda, numa vida que vai surgindo em fragmentos de tempos e memórias nem sempre ordenadas e, definitivamente, nem sempre com espaço para um riso sobre a ausência. PALAVRAS-CHAVE: Romance experimental; Ausência; Fragmentos.

ABSTRACT: Although the work of António Aragão is very creased by a satiric and quite caustic humor, the novel A Hole in the Mouth brings a more disphoric tone, marked by loss, in a life that arises from fragments of times and memories not always ordered and, definitely, not always prepared for a laugh about the absence. KEYWORDS: Experimental novel; Absence; Fragments.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

Um buraco na boca: centralidade e descentramento - Bruno Ministro (pp. 85-94)

RESUMO: proponho fazer um estudo que tome o romance Um buraco na boca como elemento central na análise e compreensão da obra ficcional de António Aragão. para isso, é feito um estudo comparativo deste romance experimental com outros trabalhos em prosa posteriormente escritos pelo autor, sendo de igual forma convocados trabalhos anteriores onde há recurso a estratégias semelhantes às que em 1971 vamos encontrar na primeira edição de Um buraco na boca. PALAVRAS-CHAVE: António Aragão; Ficção experimental.

ABSTRACT: I propose to do a study that takes the novel Um buraco na boca as a central element in the analysis and understanding of the fictional work of António Aragão. For this, we have made a comparative study of this experimental novel with other prose works subsequently written by the author, as well as earlier works where similar strategies to those of the first edition of Um buraco na boca are adopted. KEYWORDS: António Aragão; Experimental fiction.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

A Sintaxe de António Aragão em Um buraco na boca. Análise de uma amostra - Helena Rebelo (pp. 95-108)

RESUMO: num plano interdisciplinar, a Linguística contribui para o estudo do texto literário. Isso tem sido testado em Um buraco na boca de António Aragão. Analisa-se, aqui, o reflexo do estilo do autor na construção frásica dessa narrativa. Através de uma amostra, procura--se ter uma visão geral de alguns parâmetros da sintaxe deste escritor experimentalista, que, subvertendo prescrições gramaticais, ganhou poder criativo. porém, parece ter optado por uma linearidade frásica globalmente simplificada. O que caracteriza, então, a sua sintaxe? PALAVRAS-CHAVE: Um buraco na boca; Linguística; Estilística; Sintaxe; Frase.

ABSTRACT: In an interdisciplinary plan, linguistics contributes for the study of literary texts. This has been tested on A Hole in Mouth written by Antonio Aragon. We want to analyze here the reflex of the author’s style in the construction of this narrative. Studying a sampling of sentences, we try to get an overview of some syntax’s parameters of this experimentalist writer who, subverting grammatical prescriptions, won creative power. however globally he seems to choose a simplified sentence linearity. What, then, characterizes his syntax? KEYWORDS: A Hole in the mouth; Linguistics; Stylistics; Syntax; Sentence.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

«“ler” o poema é simplesmente dobrar e desdobrar» [“to read” the poem is simply to fold and unfold]. Artist’s books by António Aragão - Catarina Figueiredo Cardoso (pp. 109-126)

RESUMO: Este artigo é um curto catalogue raisonné dos livros de artista de António Aragão. Trata exclusivamente dos livros de Aragão que classifico como livros de artista: livros concebidos como objectos artísticos, cujo conteúdo é consubstancial ao formato e que colocam em primeiro plano o livro como meio artístico. Analiso apenas os livros de que Aragão é o único autor, e os dois números da revista Poesia Experimental. PALAVRAS-CHAVE: Livro de artista; poesia experimental.

ABSTRACT: This essay is a short catalogue raisonné of artist’s books by António Aragão. It deals exclusively with those of Aragão’s books I classify as artist’s books: books conceived as art objects, the content being consubstantial to the format, in ways that foreground the book as a medium. The analysis is only on the books authored by Aragão alone, and Poesia Experimental 1 and 2. KEYWORDS: Artist’s books; Experimental poetry.

Download do artigo completo no Repositório Institucional da UFP / Full Article Download

António António Aragão Aragão - E. M. de Melo e Castro (pp. 127-134)


António Aragão: A poesia como ato experimental - Fátima Pitta Dionísio (pp. 135-138)


Underscorão - António Barros (pp. 139-146)


Breve Depoimento sobre António Aragão - António Nelos (pp. 147-152)


Depoimento fotográfico - Fernando Aguiar (pp. 153-157)

Comments